Cachorro Samoieda

As civilizações errantes utilizaram essa espécie de cachorro samoieda há aproximadamente 5.000 anos, na região da Sibéria, embora haja outras interpretações acerca da origem da Samoiedo. De acordo com os documentos, esta raça apenas podia ser identificada em meio a essas tribos, acarretando, desta forma, a sua denominação. Estes cachorros eram usados em funções no campo, para caçar e ainda para empregá-los em trenós.
Em meados do período de 1870 e 1909, os primeiros exemplares desta espécie foram enviados para a Inglaterra, porém ainda não fossem genuinamente puros. Garante-se que esta raça se proliferou no território inglês, graças a Soberana Alexandra, que adorou o Samoiedo e fez de tudo a fim de que ele fosse prestigiado no seu território. A realidade é que ainda há a possibilidade de ser vistos ancestrais dos cachorros da rainha nos pedigrees recentes.
Os Samoiedos chegaram na América em 1906, um espécime foi concedido como mimo do Grão-Duque da Rússia Nicolau. Em função de sua belíssima aparência, sua personalidade amável e sua intensidade como um cão puxador de trenós, o Samoiedo vem aumentando a sua popularidade.

cachorro samoieda

Características Físicas do Samoiedo

Seu focinho tem um tamanho mediano e uma tonalidade mais escurecida, suas orelhas são de um tamanho mediano, bem distanciadas uma da outra, sua cabeça conta com um aspecto de cunha e seus olhos bastante profundos; sua pelagem é bastante espessa, suas patas são redondas e ele tem um porte muito robusto e cheio de músculos.
Seu rabo tomba para qualquer lado, o pelo deste cão é bem espesso e bastante bonito. Sua fisionomia vem a ser engraçada: quando olhamos para ele, parece que ele se encontra permanentemente gargalhando!
A pelagem é bastante espessa e grande, sendo longa, macia e lisa. A coloração mais habitual é o branco puro, todavia podem ser observados nas variedades de branco palha, amarelo, branco e amarelado, branco e preto e branco e pardo.

O Comportamento do Samoiedo

O Samoiedo é um cão muito cativante que não irá pensar duas vezes para animar o proprietário, a família e incluindo os visitantes! Se adaptado, ele vai querer constantemente, também, deitar toda noite próximo de seu proprietário. As pessoas mais antigas amam essa raça, pois ela possui uma facilidade em satisfazê-los e deixá-los mais contentes e, principalmente, sendo uma companhia pelo resto de sua existência.
Ainda que dócil, é imprescindível que o Samoiedo faça atividades físicas frequentes porque é um cachorro acostumado com o trabalho intenso. Não é aconselhável deixá-lo preso em coleiras ou no interior de casas ou apartamentos. No momento em que se veem desacompanhados ou insatisfeitos, eles tendem a criar um comportamento mais agressivo, ladrando bastante, engolindo os objetos em sua vista e escavando por toda parte.
Estes cães não são facilmente ensináveis, são desobedientes e mais propensos a tracionar trenós do que ser mantido em correntes, mas por gostarem de satisfazer o proprietário, vão compreender ao longo do tempo.
O aconselhado é que você possua somente um cachorro dessa raça, já que esse cães não se dão muito bem com outros cães de estimação!

Vantagens em se ter um Samoiedo

Essa espécie é bem mansa, frágil, afetuosa e muito sagaz! Conquistar o proprietário e todo mundo a sua volta é um grande costume que esse cão possui.
Por sua afeição e meiguice, o Samoiedo não vai querer estar longe de seu dono por muito tempo, o que torna esta raça muito apreciada por todo mundo.
Como esta raça consegue conviver bem com visitas e hóspedes, você nunca vai ter que ficar esquentando a cabeça em deixá-lo preso! Seu dono vai ficar contente com a forma como o Samoiedo trata os seus amigos e visitantes.
Os Samoiedos são cães muito higiênicos e não irão dar bastante trabalho no que se refere a banhos e tosas, ainda que sejam bem peludos e de coloração clara. Por não possuírem glândulas subcutâneas, esta espécie não possui um cheiro ruim, que é próprio em outras espécies caninas. Ou seja, a economia com a limpeza do cão será muito alta!

Pontos fracos do Samoiedo

Samoiedos precisam de atividades físicas diariamente, uma vez que são espécimes extremamente ativos e habituados com trabalho pesado, para se preservarem tranquilos.
Caso você deseje um cachorro para ser um cachorro protetor, nem pondere em adquirir um Samoiedo.
Eles são divertidos, contudo, algumas vezes, exageram demais, deixando o seu dono muito irritado, já que eles são muito destrutivos em várias situações.
O Samoiedo é um cachorro bastante dominante, não é sugerido possuir outros animais domésticos junto do Samoiedo, especialmente gatos! Entretanto, se possuir algum outro cão no lar, adestre o Samoiedo desde novo para aceitar os amigos.
Este cachorro provém de pátrias nórdicas de temperaturas geladas e, mesmo se adequando ao clima quente, não é aconselhado submetê-los a condições demasiadamente altas.
O Samoiedo possui o costume de largar bastante pelo ao redor da residência em razão da sua troca de pelo.
Certos problemas de saúde são habituais a espécie – olhos com coloração desconhecida, orelhas caídas, ossatura irregular, joelhos de vaca protuberantes, ondulação nos pelos, qualidades do sexo não definidas, displasia coxofemoral, surdez, nanismo e atrofia progressiva da retina.

Como cuidar de um Samoiedo

O Samoiedo é um cão que tem demasiada energia e necessita de gastá-la de algum jeito, se você procura comprar um cachorro desta raça, esteja preparado para passeios diários e várias brincadeiras! Um bom adestramento inclusive será preciso a fim de tornar o cachorro mais educado.
E se você possui outros animais de estimação, o ensinamento do Samoiedo é obrigatório: sem ele você terá um cão muito retraído, especialmente com outros cães.
Esta raça possui a preferência em conservar-se dentro de casa, logo é vital que o dono eduque devidamente o cão com as regras de casa – entretanto fique preparado para uma tarefa fastidiosa, pois o Samoiedo é muito teimoso! Outra coisa fundamental é pentear a pelagem do cão de duas a três vezes por semana a fim de evitar que a pelagem se disperse pelo lar.
Essa raça é extremamente inteligente e precisa de bastante afeto do proprietário, esteja capacitado para dar muita atenção e amor a ele.

Filhotes de Samoiedo

Esses filhotinhos são bastante carentes, sempre desejando amamentar e dormir bastante, sem contar que eles são iguais a umas “bolinhas de pelo”! Embora eles crescem muito depressa e por volta da quinta e décima semana de vida já viram plenos “desbravadores” do espaço onde habitam. Esta etapa é a melhor para que o seu dono adestre-o, a fim de que quando amadurecer não dê bastante trabalho. Neste momento ele se encontra mais disposto a interagir com outras pessoas, sendo mais fácil ensiná-lo. O condicionamento deve ser mais aprofundado após os três meses, pois nesta fase o Samoiedo fica mais “autoritário”, portanto sendo mais difícil instruí-lo. Passados 1 ano, o cachorro já toma uma postura mais madura e desenvolve a capacidade de aprendizagem, o criador deve acentuar o adestramento nesta fase a partir do momento que eles se tornam mais hostis.
O Samoiedo, quando filhotinho, é muito divertido, repleto de vigor e bastante bem disposto. Referente às seu porte físico, é fundamental possuírem olhos marrons e lábios pretos e com um “sorriso” característico da espécie. Se por acaso a orelha de seu filhote não se ergue, fique tranquilo: ela só se eleva logo após os 3 meses de sua existência. O rabo assenta em cima do dorso depois dos dois meses.

Curiosidades a respeito do Samoiedo

O Samoiedo é visto como o cão nórdico mais submisso já observado, todavia ele possui um estranho hábito de ficar sempre procurando algo, especialmente nos buracos que ele cava quando está entediado.
Na primeira chegada da raça para o território inglês, nem todos eram genuínos de raça nem de coloração branca, alguns eram da coloração de canela e um pouco menor que a raça autêntica. A origem de certos exemplares originaram-se das tribos sedentárias.
O primeiro clube especializado na raça se originou no ano de 1920, e existe até os dias atuais; e, oficialmente, as primeiras importações suscederam-se no período de 1893.
Nos períodos de tempestades de neve, os Samoiedos podem cobrir o seu focinho com o próprio rabo.
Eles têm uma curva nos seus lábios, que proporciona uma ideia de estarem sempre “sorrindo”.

Deixe uma resposta